A baixa produtividade da equipe pode ter relação com sua liderança.

Você sabia que a baixa produtividade da sua equipe pode ter relação com a sua liderança?

Vamos pontuar algumas atribuições de um bom líder:

  • Comunicação – Precisa ser clara, transparente e objetiva para um melhor convívio, para o alcance de um objetivo em comum. Para que o ambiente seja o melhor possível.
  • Engajamento – é o papel de um líder engajar a equipe, faze-los ser parte fundamental da empresa. Saber delegar as funções de cada um, apontar onde cada um é importante. Ajudar, auxiliar no que for preciso.
  • Metodologia – Os dois pontos acima tem haver com metodologia, a sua forma de gerir uma equipe. E a metodologia que você irá aplicar junto a sua equipe deve ser analisada, estudada. A forma de gestão não é uma “receita de bolo”. Isso vai depender muito do pessoal. Saber como cada um responde a pressão, com cobranças, com o alcance de resultados. E a inteligência emocional de um gestor é muito importante.

E o que compromete os resultados de um líder e sua equipe?

  • Falta de feedback – Poxa, como você deseja receber um resultado diferente, um comprometimento da sua equipe se você não dá um retorno quanto as funções, atividade relacionadas ao seu setor? É preciso conversar, deixar claro resultados positivos e negativos. Se um funcionário não esta cumprindo com seu proposito chame-o para um bate-papo saudável, com muito clareza. Verifique possíveis problemas, etc.. Se o problema for em equipe, junte todos e verifique se sua comunicação esta da forma correta. Uma comunicação falha pode interferir nos resultados.
  • Não delegar – Não tente controlar tudo que acontece em sua empresa ou equipe. Você é um só e precisa acima de tudo gerir a equipe para que ela alcance resultados. Ou seja, você é o líder, mas que tal criar sub lideres. Pessoas capazes de fazer tal função tão bem quanto você. Confie nas pessoas, disponibiliza ferramentas que o ajudarão na execução das atividades.
  • Ausência – Delegar funções não significa que você deva ser ausente, pelo contrário, você deve estar sempre por perto para poder ajudar, auxiliar aqueles sub lideres. E principalmente, estar atento quando alguma atividade não estiver sendo executada da maneira correta.
  • Falta de objetividade – Quando não há um objetivo claro a sua equipe corre o risco de ficar enrolada. Não existe produtividade sem objetivos. Então é importante ter objetivos bem definidos para que a equipe esteja concentrada no que de fato é importante.
  • Não saber o que motiva a sua equipe – Já parou para pensar que não saber o que motiva a sua equipe a fazer mais por você, se passa por você mesmo? Relacionar a equipe, o ambiente de trabalho e a vida pessoal de cada um pode ser muito mais interessante e importante que um bom salário. Então saber o que motiva sua equipe é fundamental. Isso passa também por contratar pessoas que tem uma linha não igual, mas parecida. O seu papel como líder passa por comportamentos, tanto seu quanto da sua equipe. Esteja sempre ligado a isso e você será um bom líder.

Seja um líder aberto as ideias que a equipe leva a você e que não fique apenas nas ideias, um bom líder irá transformar boas ideias em ações que modificarão todo um ambiente. Seja melhorias para produzir da melhor forma. Faça sempre que possível reuniões interativas, com “brincadeiras”. Com o foco sempre em melhoria, objetividade, resultado. Simplesmente dê a sua equipe a oportunidade de se sentirem parte, de se sentirem importantes e fundamentais para a empresa.

Seja um líder inspirador, que delegue atividades, impões prazos, exige foco, mas que confia em cada um que ali está. Que é capaz de dar autonomia para que solucionem situações da melhor forma possível.